06/06/2018 - 20:24
Estrutura foi equipada para atender todos os públicos, com atenção especial para atletas do paradesporto

Na Universidade La Salle a saúde, qualidade de vida e bem-estar não são encarados como privilégios. Atender a comunidade respeitando a sua diversidade é uma das premissas lassalistas, que foi concretizada em mais um projeto: a nova academia do Poliesportivo. O espaço, inaugurado na tarde dessa quarta-feira (06), está pronto para atender todos os públicos, com equipamentos que podem ser utilizados por deficientes físicos, sem adaptações.

A academia está alinhada ao projeto “Em Canoas o esporte rendimento é para todos”, o Paradesporto, que é uma iniciativa da Fundação La Salle, financiada através da Lei Pró-Esporte do Governo Estadual e realizado pela parceria entre a Prefeitura de Canoas e a Universidade La Salle, permitindo que equipes paraolímpicas em esporte de alto rendimento tenham um local para treinamento.

Após assinar o termo de cooperação, juntamente com o Pró-reitor de Administração da Universidade, o Coordenador geral da Fundação La Salle, Lucinei Hanauer, agradeceu aos parceiros que apoiaram a ideia e implementação de todo o projeto. “Construímos uma trajetória de muitas conquistas. Essa fomentará a inclusão ao esporte e a melhoria do rendimento e performance dos nossos atletas, para além dos limites físicos”.

De acordo com Hanauer, atualmente mais de 90 atletas são atendidos pelo projeto Paradesporto, através de atividades e atendimentos sistemáticos e contínuos. “Por isso que vamos continuar a nos emprenhar para dar continuidade ao processo de inclusão, que se dá diariamente em todas as áreas da sociedade. O esporte tem se destacado nesse papel e se fortalece com iniciativas como essas”, completou Jair Silveira, Diretor da Pessoa com Deficiência de Canoas.
“Canoas é a cidade que mais investe no paradesporto no Rio Grande do Sul. Precisamos de parcerias que permitam desenvolver produtos e serviços de qualidade para continuar atendendo a comunidade canoense”, destacou o Secretário Municipal de Esporte e lazer de Canoas, Roberto Tietz.

O Reitor Paulo Fossatti, fsc, também salientou a importância do trabalho conjunto em prol da comunidade. Após agradecer o apoio de todos os engajados na iniciativa, declarou: “Essa inauguração não é somente uma entrega. Este é um projeto que confirma a ideia de gestão do século XXI de que só fazemos bem quando fazemos em parceria. A Universidade La Salle é comunitária, ou seja, os donos são vocês. Essa academia é um espaço para todos exercitarem o corpo, sim, mas também um local para exercer a cidadania”, encerrou.

Mãos na massa!

Na massa, ou melhor, nos equipamentos. Atletas que integram o projeto participaram da inauguração e conferiram de perto as novidades. Eles já utilizavam a academia convencional, com as adaptações necessárias. Agora, os equipamentos disponibilizados já foram fabricados pensando a universalidade de uso. “Eles podem realizar um treinamento mias seguro, com mais qualidade, podendo inclusive simular movimentos mais específicos e próximos do esporte que praticam”, explicou a Gestora do complexo Poliesportivo da Universidade, Amanda Nascimento.

Jonatan Silva tem 19 anos e já está acostumado a superar seus limites – e a surpreender. Ele é deficiente visual, e mais do que isso, um atleta que despontou no Futebol de 5 no estado. Hoje, ele integra o Comitê Brasileiro Paralímpico, dentro da modalidade, sendo um dos jogadores da seleção brasileira sub 20.

O atleta já usava a academia e se surpreendeu com as novidades que encontrou. “Essa é uma estrutura diferente de todas que já usei. Para o meu esporte é sensacional pois o treinamento reforça situações de movimentação, forte e resposta rápida que precisamos”, ponderou.

Adrian Alex Silva também do Comitê e jogador da seleção brasileira sub 15 de Futebol de 5, testou alguns equipamentos e ficou satisfeito com o que encontrou por lá. “É muito importante contar com esse espaço e com todo o apoio. Assim melhoramos nosso preparo e conquistamos melhores desempenho e resultados”, concluiu.

Quer saber como a academia ficou? Confira as fotos da inauguração no álbum do Flickr!

Academia também é aberta para a comunidade

O espaço da nova academia da Universidade também é aberto para a comunidade de Canoas, mediante pagamento de mensalidade. Isso inclui pessoas com ou sem deficiência. “Não são equipamentos que limitam. Normalmente, os equipamentos comuns de academias não atendem cadeirantes ou pessoas com dificuldades de deslocamento. Os que temos aqui são universais, atendendo todos os públicos”, ponderou Amanda.

Visite o local e inscreva-se! A academia fica no terceiro andar do prédio 15, com acesso principal pela Rua XV de Janeiro, no Centro de Canoas. Os telefones de contato são (51) 3476.8761 e (51) 3476.8733.



Confira a galeria de fotos e vídeos
Buscar
Seção
Área
Período
A partir de
até
Voltar